Ira dos tempos: vaticínio ou realidade?

cropped-3047-involuc3a7c3a3o-human.jpg“Penetrar nos meandros escusos e labirínticos da mente humana criminosa. Compreender a motivação que faz mover e acirrar a ira humana nas suas manifestações mais primitivas. Este é o objetivo do autor, através de uma fábula humana que mais parece um filme de suspense. “Ira dos Tempos” tem personagens que, de uma certa maneira, caricaturizam a sociedade humana em sua devassidão, ira e perda de valores essenciais. Um verdadeiro folhetim contemporâneo que mistura com arte e maestria a fome de amar, de matar e de transgredir que habita cada alma humana, recontando a trajetória da nossa espécie com uma visão crítica e algo amarga” (HB Editora) (J.Koffler, 2001).

*

          A mente, sem dúvida, é o órgão mais complexo e intrincado do organismo humano, a ponto deste não poder prescindir daquela. Todos os pensamentos, emoções, reações e ações provêm dos labirínticos meandros do cérebro: “o cérebro é uma espécie de antena de recepção de informação da mente; com memória e processador de informação, porém é um órgão biológico como o é o fígado, ou o coração, ou o pâncreas, etc.” (Herrera, 2012:7). É, em suma, nosso centro de controle nervoso-emotivo-comportamental.

         Os processos que se desenvolvem nesse órgão persistem, ainda, objeto de intermináveis estudos que buscam identificar certa racionalidade e coerência nas atitudes, ações e reações humanas. Todavia, parece-me que ainda nos encontramos a anos-luz de descobrir todas as correlações e interconexões neuronais, como funcionam, como reagem à miríade de estímulos indescritíveis que acossam a mente humana. “Na atualidade – afirmam Mendes & Desaulniers (2002:42) – certeza que domina a construção da ciência é a incerteza, a instabilidade, a flutuação”, dando a entender que hoje, nada na ciência pode ser chancelado como verdade insofismável.

           Imaginem, então, o que sobrará para os intrincados estudos da mente humana? Eis a razão pela qual, em Ira dos Temposnada e tudo podem ser realidades factíveis de serem detectadas na histórica e diuturna rotina humana. Daí que, fundamentado nessa premissa, há quase duas décadas iniciei o projeto desta minha obra (pretensamente de ficção), a qual foi editada e lançada no ano de 2001. Em realidade, a intenção inicial era produzir uma trilogia, o que acabou por não se concretizar em função dos custos demandados pela própria investigação e posterior edição e impressão, marketing de vendas e outros fatores impeditivos naquele então – muito embora o projeto da trilogia siga válido e em stand-by até o momento em que se torne exequível, financeiramente falando.

O enredo e seu personagem principal

“Tremei, vis desertores d’alma! Porque de obscuros rincões da mente humana, levantar-se-ão, iracundas, inimagináveis e torpes ciladas que ceifarão suas execráveis e fugazes passagens por este inferno terreno!” (KOFFLER, 2001:07).

Johann Klein, personagem central da trama, era o que se poderia denominar de menino prodígio: estudioso, inteligente muito acima da média da sua idade, pais de classe média-alta que lhe deram excelente educação. Já adolescente, viria a conhecer Mirtha (sua colega de colégio) por quem se apaixonara perdidamente, sendo totalmente correspondido. O relacionamento de ambos crescia a olhos vistos sob o feliz beneplácito dos progenitores de ambos. Tal idílico relacionamento, contudo, veio a ser grotescamente ceifado por três criminosos infanto-juvenis (Carlos, Jorge e Dany) – colegas de colégio -, num terrorífico ato de agressão (no meio de um bosque-praia), ocasião em que o casal foi seguidamente violentado pelos facínoras durante praticamente toda a noite e madrugada. Deste desajustado e horroroso ato, resultaria a morte de Mirtha e o internamento em UTI, em estado gravíssimo, de Johann, com inúmeras lesões (internas e externas).

O cenário onde se dão os fatos é a cidade de Garden City (fictícia), uma aprazível e bucólica colonia europeia (alemã). A história, então, dá um salto ao presente, quando Johann já é um jovem adulto, tendo se formado em medicina com louvor e ainda jovem, e escolhido a especialização em psiquiatria, tornando-se um afamado médico nesta especialidade e, especificamente, em Toxicologia, Sexologia e Criminologia Forense. Mas, a despeito de todo o seu sucesso – anormal quando em relação à sua juventude -, Johann ainda sofria (e muito!) intimamente pelos fatos ocorridos em sua juventude. A dor maior referia-se, claro, à perda da sua amada Mirtha, único amor da sua vida.

A partir daqui, a obra começa a tomar contornos dantescos. Johann, envenenado pela alucinante vontade de vingança, mas, ao mesmo tempo, cada vez mais festejado como médico psiquiatra, inicia a tecer sua elucubrada e dantesca trama contra tudo e contra todos. A acobertar esta insana sede de sangue, ergue-se um verdadeiro e sólido muro de elevadíssima competência, brilhantismo profissional, criatividade e sólida fama em permanente ascensão, já ultrapassando os limites do território nacional. Era, enfim, a hora e a vez de Johann e seu diabólico plano.

A sequência da obra compõe-se de um emaranhado de ações e reações que, naturalmente, vão incrementando a saga criminosa de Johann em relação diretamente proporcional ao sucesso continuado das suas sangrentas ações, que crescem em proporção direta à dos seus sucessos no campo da medicina. Maior fama, mais grotescas são suas arremetidas e elucubrados planos assassinos, diabólicos.

Como seria natural de se prever, também no caso de Johann o crime não irá compensar. Ou sim?…

Ao leitor caberá julgar…

*

Referências Bibliográficas

HERRERA, Jorge L. Productividad. Bloomington (IN): Palibrio, 2012.
KOFFLER-AÑAZCO, Juan Y. Ira dos Tempos. Blumenau: Editora HB, 2001.
MENDES, J.M.R.; DESAULNIERS, J.B.R. Fundamentos do Serviço Social e Relações Sociais. In: “Textos & Contextos – Perspectivas da Produção do Conhecimento em Serviço Social”, J.M.R. Mendes & J.B.R. Desaulniers (Orgs.). Porto Alegre: EDIPUCRS, 2002.

Interessados em adquirir a obra, favor enviar e-mail com endereço completo para johnny.koffler@gmail.com – valor único: R$ 90,00.

Obrigado pelo prestígio!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: