E lá se vai o 13º ano de tortura vermelha…

América Latina está seriamente doente, acometida que foi nas últimas décadas por uma endemia “vermelho-vergonha”, consagrada no momento em que indivíduos celerados, apátridas, criminosos de lesa-pátria, uniram-se em grosseiro conluio para constituir o famigerado e perverso “Foro de São Paulo”, uma verdadeira associação para o crime contra todo o continente.

Seu mentor-mor – o perverso e grosseiro Lula da Silva -, operário que nunca trabalhou, aproveitador e agitador social, sanguessuga da pátria, uniu-se a outros indivíduos não menos perturbados e igualmente grotescos (Evo Morales, Hugo Chávez, Nícolas Maduro, Cristina Kirchner, Rafael Correa, Raul Castro et caterva), com o claro e intolerável objetivo criminoso de destruir América Latina, tornando-a refém do comunismo raivoso que esse grupelho representa.

Transcorridos treze anos de persistente processo doutrinador das massas ignaras e alienadas, em troca de hediondas propinas propiciadas com dinheiro público (sangrando os cofres da União), esse grupelho de homúnculos disformes dá os primeiros sinais de estar a fraquejar, tal a gana com que foram ao pote em que chafurdam na lama excrementosa de suas insanidades.

Alimentados sub-repticiamente por regimes similares (China, Coreia do Norte, Russia, Cuba e outros), o grosseiro e asqueroso grupelho de celerados foi galgando o apoio da mídia (comprada, obviamente) e estendendo seus tentáculos venenosos, pari pasu com o enriquecimento ostensivamente ilícito dos seus “líderes”. Contrariamente ao que pregam em seus enganadores discursos – “sociedade mais justa e equitativa” (sic) – os “cabeças” desse movimento de lesa-humanidade acumularam fortunas inestimáveis sem qualquer zelo em tentar camuflar o salto exponencial em seus ativos físicos e financeiros, tal a tranquilidade e certeza de impunidade com que operam.

O Brasil, outrora potencia continental de respeito internacional, hoje se arrasta na intenção de sobreviver, refém que é da coligação de agremiações de esquerda lideradas pelo Partido dos Trabalhadores (outra intolerável e grotesca falácia). Mas as bases dessa criminosa estrutura continental começam a fraquejar, embora mui lentamente, sinalizando que tal processo autofágico ainda promete perdurar por mais algumas décadas até ser, pelo menos, parcialmente desmantelado – a exemplo de qualquer quadrilha criminosa que opera na marginalidade.

Em razão desse insano quadro continental, não vejo outra saída a não ser a formação de uma Força-Tarefa Militar Multinacional, com o fito de combater, terminativamente, esse grupelho de celerados, exterminando-o em suas raízes, amputando seus membros mentores e subjugando de vez e para sempre, qualquer tentativa de ressuscitar toda e qualquer ideologia-seita que obre em direção oposta à da democracia em sentido lato.

Prego, sim, um terceiro grande conflito mundial, do qual mui provavelmente sobrará apenas um terço (ou menos) da população do planeta. Mas pelo menos os que ‘sobrarem’ poderão dedicar suas existências à construção de uma nova sociedade mundial,  sobre bases sólidas e amplamente democráticas, sustentadas por um regime econômico efetivamente equitativo, isonômico.

Ou isto, ou estaremos fadados ao iminente holocausto…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: