A perversão dos valores morais, éticos, políticos e sociais: um assunto espinhoso… e explosivo.

PARTE I

Por: Johnny Koffler

A sociedade terrestre está desmoronando, se auto-consumindo em sua excessiva sede de ganância, de iniquidades construídas por mentes cada vez mais deturpadas e turvadas em razão de uma insofismável inversão de valores morais e éticos.

foto-torre-babel

A humanidade tornou-se uma legítima “Torre de Babel”, na qual ninguém mais se entende, mas todos exigem que sejam compreendidos. Algo deveras bizarro, mas indiscutivelmente verídico. Basta observar, mesmo que superficialmente, a proliferação dos conflitos em qualquer canto deste nosso castigado planeta. A ostensividade de sinais de um iminente terceiro conflito mundial torna-o a cada dia mais que palpável.

Cuba recrudesce em sua sexagenária e criminosa zaga contra seu próprio povo e alinha-se cada vez mais a Russia. Putin, por seu turno, sinaliza e até ameaça ostensivamente os EUA e nações alinhadas a essa potência, do alto da sua truculenta herança gestada nos tempos em que ainda operava na KGB. Coreia do Norte incrementa suas demonstrações de força através dos testes de mísseis atômicos, ante a estupefação e fundado temor alimentado por todas as nações democráticas do globo. Nações do Oriente Médio se engalfinham em atentados sem fim, elevando o número das vítimas inocentes que desaparecem por mãos dos cultos extremistas.

Em Latino-Americano, as tendências rumo à comunização se multiplicam: Venezuela, Equador, Nicarágua, El Salvador, Colômbia (os principais), junto às pressões de movimentos alinhados à esquerda – Brasil, Argentina, Peru, Bolívia, Chile, Uruguai – engrossam as fileiras de uma potencial virada ideológica que reforçaria os dantescos desígnios das nações que lideram essa esquerdização (China, Russia, Coreia do Norte etc.).

O mundo, enfim, parece ainda não ter acordado, mas está na antessala de uma Terceira Guerra Mundial que, desta feita, será inegavelmente atômica e, portanto, finalística da nossa espécie e de todas as demais que  conosco convivem. Infelizmente, saliente-se, pois tais espécies não são culpadas de nada, apenas vítimas da inesgotável e criminosa gana humana.

“Mehta saw the world as a place where survivel was paramount. Anything beyond that would be an unexpected luxury”.

(In: “The Third World War: a terrifying novel of global conflict”, Humphrey Hawksley. Hampshire (UK): Pan Macmillan, 2011).

 

2 comentários em “A perversão dos valores morais, éticos, políticos e sociais: um assunto espinhoso… e explosivo.

Adicione o seu

  1. Sempre atento e dinâmico, o amigo Johnny não se cansa de apontar para este perpétuo paradoxo humano: simultaneamente a mais inteligente e a mais estupida das “criaturas” .
    Podemos sim estar às margens de um apocalipse nuclear graças à uma meia dúzia de idiotas com superlativo poder de fogo.

    Curtir

    1. Pois é, meu caro e douto amigo Cezar, não vou cansar nunca de me repetir. Em algum momento e/ou em algum lugar, meus reclamos terão que repercutir e até motivar uma reação dessa sociedade leniente, alienada, alheada, prostituída. Infelizmente, esta é minha convicção!
      Saudades do amigo!
      Forte abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: